Sobre Nós   -   Contato    EnglishItalianoAlemanEspañol

RSS Comunicados públicos da FARC-EP

Pronunciamento do Ponto Transitório "Silverio Mora" sobre presença paramilitar

1
0
1
s2smodern
powered by social2s

O Comando de direção do Ponto Transitório de Normalização Silverio Vidal informa que no 15 de maio, um dia antes de uma saída de pedagogia de paz na bacia do rio Jiguamiandó programada com as comunidades, o mecanismo local de Monitoramento e Verificação nos transmitiu uma nota proveniente do tenente Luis Alfredo Justacaro Chona, responsável de Segurança e Proteção de DIPRO-UNIPEP para o PTN de Caracolí.

Esta missiva nos informa que, segundo o conceito desta unidade, não há condições para acompanhar-nos nesta jornada por “antecedente em dias anteriores onde fustigaram a subestação de polícia de Pavarandó e na atualidade há alertas de inteligência por parte de SIPOL-UNIPEP sobre a ingerência do GAO – Clã do Golfo, com um aproximado de 100 homens armados que pretendem realizar diferentes ações terroristas contra a força pública”.

Esta afirmação da unidade encarregada de nossa proteção se refere a que não há condições nesta região para exercer pedagogia de paz e significa um grave retrocesso ao processo de paz.

Por que, sabendo da presença desse grupo paramilitar nesta e noutras bacias do estado, por que o Estado não tem feito absolutamente nada? Por que as unidades da marinha e do exército presentes no setor nunca os veem? Até quando as estruturas do Estado vão impedir o mais que possam que nos relacionemos com a população sob qualquer pretexto?

Exigimos a intervenção da força pública para proteger as populações do Chocó e do Baixo Atrato em particular da pressão paramilitar e que estas cumpram com seu papel dentro dos acordos, garantindo-nos a mobilidade para realizar em todos os municípios e comunidades a pedagogia, entendendo que esta é fundamental para consolidar o processo de paz.

Comando de Direção PTN Silverio Mora

1
0
1
s2smodern